(Portuguese) Israel e o Terrorismo de Estado

ORIGINAL LANGUAGES, 14 Jun 2010

Prof. Dejalma Cremonese – Brasil de Fato

O ataque israelense em águas internacionais ao comboio humanitário (Flotilha da Liberdade) que se dirigia a Gaza, na Palestina, com mais de 750 ativistas de 50 nacionalidades diferentes (jornalistas, parlamentares, ativistas dos Direitos Humanos, mães, médicos), chocou o mundo na última semana. Fontes falam em 9 mortos (todos de cidadania turca) e mais de 60 feridos. O comboio internacional era formado por 6 navios (3 deles turcos) transportando 10 mil toneladas de ajuda humanitária como remédios, cadeiras de rodas, comida, materiais de construção para mais de 1,5 milhão de palestinos que vivem cercados em Gaza.

Este fato nos faz questionar: O que levaria uma nação que outrora sofrera atrocidades sob a perseguição nazista a incorrer no mesmo erro histórico de submeter outros povos às mesmas atrocidades e genocídios?

O Estado judeu de Israel foi criado em 1948, depois de milhares de anos em que aquele povo vagou pelo deserto, sofrendo perseguições, de exílios a exílios até se configurar em um Estado Nacional, segundo a determinação das Nações Unidas. Desde a sua formação, no entanto, Israel tem violado constantemente as resoluções internacionais sob a forma de opressão ao povo palestino, bem como na ocupação de suas terras (recusando o direito à independência e à soberania daquele povo). As ações de ilegalidade por parte de Israel, entretanto, são legitimadas pelo imperialismo norte-americano (há muito tempo Israel é o aliado estratégico da Casa Branca no Oriente Médio). Esta parceria conta com apoio diplomático, financeiro e militar dos norte-americanos. Sobre o referido ataque, a diplomacia americana e o presidente Barack Obama apenas estão exigindo explicações do governo de Israel pelo incidente e dizem “lamentar” os mortos. Considero que a manifestação do presidente norte-americano seja insuficiente para alguém que acabou de receber o prêmio Nobel da Paz: Obama, ou denuncie ou devolva o prêmio.

A truculência das autoridades israelenses já havia sido colocada à prova quando, há poucas semanas, havia barrado a entrada de Noam Chomsky (professor emérito do Massachusetts Institute of Technology – MIT), um dos principais intelectuais vivos da atualidade, quando este se deslocava à Cisjordânia para uma conferência. As autoridades alegaram que Chomsky não era bem-vindo ao país por sua posição quanto ao governo de Israel. Chomsky é conhecido mundialmente não apenas pela teoria inovadora da linguística, mas por sua trajetória de oposição à política intervencionista americana, além de ser um ferrenho crítico de Israel por este ocupar territórios palestinos.

Por fim, é preciso convocar todas as pessoas de todos os lugares do mundo a expressar sua indignação diante do ataque covarde de Israel e prestar solidariedade a todo o povo palestino do mundo.
________________________

Dejalma Cremonese é Professor do Instituto de Sociologia e Política da Ufpel – RS (Brasil).

GO TO ORIGINAL – BRASIL DE FATO

 

Share this article:


DISCLAIMER: The statements, views and opinions expressed in pieces republished here are solely those of the authors and do not necessarily represent those of TMS. In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


Comments are closed.