(Português) Direito Divino

ORIGINAL LANGUAGES, 17 Jun 2019

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais – TRANSCEND Media Service

 “Esse direito – o de matar um veado ou uma vaca – nos parece natural porque nós estamos no alto da hierarquia. Mas bastaria que um terceiro entrasse no jogo, por exemplo, um visitante de outro planeta a quem Deus tivesse dito: Tu reinarás sobre as criaturas de todas as outras estrelas, para que toda a evidência do Gênese fosse posta em dúvida. O homem atrelado à carroça de um marciano – eventualmente grelhado no espeto por um visitante da Via-Láctea – talvez se lembrasse da costeleta de vitela que tinha o hábito de cortar em seu prato. Pediria (tarde demais), desculpas à vaca.”

– Milan Kundera (Escritor da “Insustentável leveza do ser”).

Iniciar contato; Relatório da missão:

Foram 10 anos de viagem de nosso planeta natal até essa remota parte da galáxia, nosso veleiro espacial saiu de nosso lar em busca de especiarias, carnes, alimentos exóticos e metais preciosos. Estamos em meio a grande expansão marítima espacial. Nossos cientistas finalmente conseguiram dominar forças para que pudéssemos cumprir os presságios de nossa escritura sagrada. Neste nosso livro, inspirado por nosso Deus, Este nos concede o controle de todo o universo a obrigação de levarmos nossa cultura e desenvolvimento aos planetas e sistemas que ainda se encontram em estado de selvageria. Mas mais que isso, estamos em uma missão religiosa para trazer a salvação àqueles que não conhecem o verdadeiro Deus… o nosso Deus.

As lendas sobre essa região do sistema se mostraram corretas, em meio a planetas sem perspectivas de lucro encontramos um onde existem varias formas de vidas. Ao analisarmos melhor percebemos que o planeta ainda está em um estado extremamente selvagem; inclusive a espécie dominante é agressiva e destruidora.

Essa espécie constroem seus ninhos com pedras moídas que são fixadas por um liquido viscoso, que acreditamos que deva ser alguma secreção de seus corpos, como a saliva. Mesmo sendo capazes de formar grandes estruturas, não parecem ir além de seus instintos, já que as formas quase sempre se repetem e as técnicas de construção parecem ser sempre as mesmas.

Divulgação | PETA

Um estudo mais profundo indicou que essas criaturas procuram se alimentar de tudo que é vivo, destruindo e perseguindo as outras espécies, sem nenhum sinal de raciocínio ou inteligência. Ao examinarmos um individuo dessa espécie percebemos que parecem ter apenas estímulos de auto preservação, reagindo às pesquisas com grunhidos e gritos, mas nossos cientistas não encontraram nada que indicassem que sentem dor, ou que são capazes de raciocinar como nós. Eles não possuem órgãos receptores de estímulos ou capacitores de emoções como nós, e nenhuma estrutura que indique remotamente terem sensibilidade. Sua carne é suculenta e parece estar repleta de vitaminas e minerais, parece que eles tem um potencial bem grande para serem uma alimentação exótica, de bom sabor e baixo preço.

Seus corpos geralmente são revestidos por uma fina camada de origem vegetal, muito variada em cor e em aspecto, mas que não é comestível, sendo necessário se descasca-los para serem preparados. Nossos cientistas ainda não identificaram sua função e imaginam que deve indicar algum tipo de hierarquia ou atividade no ninho, e deve ser secretada por alguma glândula especifica.

Hoje inesperadamente fomos atingidos por uma explosão. Uma estrutura cilíndrica saída de um buraco no planeta se chocou com nossa nau espacial, devido a nossos recursos os danos foram mínimos. Nossos cientistas acreditam que devem ser algum tipo de efeito atmosférico, já que nenhum ser do planeta parece ter capacidade bélica. Outras manifestações atmosféricas do planeta foram sentidas, inclusive sofremos infestações de insetos voadores que pareciam ser uma variação dos insetos dominantes terrestres.

Divulgação | PETA

Certo dia uma revoada desses seres voadores cercou nossa nau  e soltavam secreções luminosas que nos atingiam, sem causar nenhum efeito deletério, tudo indica que estavam em algum tipo de ritual de acasalamento e nossa nau deveria estar atrapalhando.

Nossas pesquisas continuam e infelizmente não descobrimos nenhuma outra fonte de lucro muito pouco de matéria radioativa e minerais importantes se encontra nesse planeta. A não ser pela carne desses seres que povoam o planeta, nada mais se aproveita.

Antes de terminarmos a exploração resolvemos fazer um banquete para nossos quinhentos tripulantes, aproveitando para utiliza-los como uma forma de “pesquisa de mercado”. Fizemos vários pratos diferentes com os seres dominantes do planeta e servimos sem dizer-lhes o que era. O resultado foi muito positivo, principalmente em relação à textura e sabor, o único problema foi quando eles tiveram contato com um daqueles seres ainda vivo, e souberam a fonte de seu alimento, seu aspecto repugnante fez com que alguns de nossos tripulantes vomitassem de nojo.

Foi muito útil o estudo e nos direcionou a focarmos sempre na forma e sabor do produto pronto, não deixando claro sua origem.

Pretendemos levar conosco uma boa quantidade desses seres para apresenta-los a nossos lideres e começarmos a criar uma rota segura para a exploração dessa fonte de alimentação e lucro.  O potencial desse projeto é enorme, pretendemos expandir a exploração desses seres e até domestica-los para criação em nosso planeta e em outros que tenham boas condições de engorda.

Alguns de nossos pesquisadores mais radicais colocaram em dúvida nosso direito de perturbar esse ecossistema e mesmo sobre a irracionalidade desses seres ou sua capacidade de sentir dor. Alguns chegam a imaginar que esses seres seriam capazes de formar estruturas sociais e até de se comunicar, mas são simples devaneios e mesmo que levantem dúvidas e receios nossa “escritura sagrada” está acima de qualquer incerteza!

Divulgação | PETA

No versículo 3 capitulo 1 está escrito: “ Eu, Deus, fiz vocês a minha imagem e semelhança, e que vocês dominem sobre todos os seres deste e de todos os mundos!”. Ainda no versículo 8 capitulo 1: “Seja todo ser inferior fonte de seu alimento, e que sua espécie se reproduza e domine todo o universo!”.

Assim não temos dúvida que temos o direito e mais que isso o dever de seguir nosso Deus!

Capitão Grinemmmm encerra a transmissão…

____________________________________________

A imprensa não apenas informa. Ela forma conceitos. Modifica ideias. Influencia decisões. Define valores. Participa das grandes mudanças sociais e políticas trazendo o mundo para o indivíduo pensar, agir e ser. É justamente este o objetivo da ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais: informar para transformar. A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo voltado exclusivamente a fatos e informações do universo animal. Com profissionalismo, seriedade e coragem, a ANDA abre um importante canal com jornalistas de todas as mídias e coloca em pauta assuntos que até hoje não tiveram o merecido espaço ou foram mal debatidos na imprensa.

Go to Original – anda.jor.br


Tags: , , , , ,

 

Share this article:


DISCLAIMER: The statements, views and opinions expressed in pieces republished here are solely those of the authors and do not necessarily represent those of TMS. In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


Comments are closed.