(Português) Hipopótamo mais velho do mundo morre depois de ter vivido aprisionado por toda a vida

IN ORIGINAL LANGUAGES, 17 July 2017

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais – TRANSCEND Media Service

Bertha, considerado o hipopótamo mais velho do mundo, morreu aos 65 anos depois de ser explorada por toda a vida pelo Manila Zoo.

12 julho 2017 – A fêmea de 2,5 toneladas foi encontrada morta em seu recinto e um exame concluindo que Bertha, a residente mais antiga do zoológico, morreu devido à falência de múltiplos órgãos, disse o diretor do local, James Dichaves.

Foto: APF

Com apenas sete anos, o hipopótamo chegou ao zoológico, localizado na capital das Filipinas em 1959, ano em que o estabelecimento foi aberto. O zoo alega ter perdido os registros de sua origem, afirmou Dichaves.

Bertha tinha uma alimentação à base de frutas, pães e grama e era confinada em um recinto de mil metros quadrados quando deveria viver ao lado de sua família na natureza.

Funcionários do zoo acreditavam que Bertha era o hipopótamo vivo mais velho em cativeiro no momento do seu falecimento.

Donna, que morreu em 2012 aos 62 anos no US Mesker Park Zoo and Botanic Garden em Evansville, Indiana (EUA), anteriormente era o hipopótamo mais velho do mundo, de acordo com reportagens divulgadas na época.

Há dois anos, um hipopótamo adulto macho chamado Bertie teve a morte induzida no Denver Zoo no Colorado aos 58 anos, segundo registros.

A morte de Bertha causou comoção nas mídias sociais.

“É um dia triste. Bertha, o hipopótamo mais velho do mundo, morreu”, escreveu o usuário do Twitter, Eric M. Davis, com um emoji chorando. “Durma em paz”, escreveu Jen Tolibas, também no Twitter.

Foto: APF/Getty Images

O hipopótamo comum da África subsaariana enfrenta um “alto risco de extinção na natureza” devido à perda de habitat e à caça pela carne e marfim dos dentes dos animais, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, sediada na Suíça.

Segundo o Daily Mail, a PETA destacou a crueldade do Manila Zoo por ter submetido Bertha e outros animais selvagens ao cativeiro.

“A vida de Bertha no Manila Zoo era repleta de tédio, miséria e privação. É uma tragédia que ela só tenha conhecido a liberdade por meio da morte. Esta crueldade só acabará quando os animais não forem mais exibidos como “exposições” vivas”, declarou Jason Baker, membro da PETA, em um comunicado.

A morte de Bertha fez com que Mali, uma elefanta asiática de 43 anos, se tornasse o animal mais velho entre os cerca de 500 explorados no zoo.

Há sete anos, a PETA e celebridades realizam campanhas para que Mali seja transferida para um santuário tailandês. No entanto, o departamento de meio ambiente do país autorizou a permanência da elefanta no zoo depois que os especialistas determinaram que “ela estava  saudável”.

As autoridades também argumentaram desconhecer como o Mali reagiria aos outros elefantes no santuário tailandês.

__________________________________________

A imprensa não apenas informa. Ela forma conceitos. Modifica ideias. Influencia decisões. Define valores. Participa das grandes mudanças sociais e políticas trazendo o mundo para o indivíduo pensar, agir e ser. É justamente este o objetivo da ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais: informar para transformar. A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo voltado exclusivamente a fatos e informações do universo animal. Com profissionalismo, seriedade e coragem, a ANDA abre um importante canal com jornalistas de todas as mídias e coloca em pauta assuntos que até hoje não tiveram o merecido espaço ou foram mal debatidos na imprensa.

Go to Original – anda.jor.br

 

Share or download this article:


DISCLAIMER: In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


Comments are closed.