(Português) Imagens mostram comerciantes cortando cães mortos e pessoas comemorando o Festival de Yulin na China

ORIGINAL LANGUAGES, 29 Jun 2020

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais – TRANSCEND Media Service

Divulgação

24 Jun 2020 – Yulin fica situada na província de Guangxi, no Sul da China. É uma localidade predominantemente rural que ficou mundialmente conhecida por anualmente condenar mais de 10 mil cachorros à morte para consumo humano em um festival que dura 10 anos desde 2009. Imagens virais mostram cães e gatos apertados em gaiolas sendo mantidos em condições precárias e sendo mortos de maneiras terríveis.

Esse ano, apensar da pandemia de Covid-19, o Festival de Yulin teve início no último domingo (21). Sete ativistas em defesa dos direitos animais, liderados por Du Yufeng, realizaram uma manifestação pacífica no domingo e registram imagens dolorosamente tristes. Inúmeras pilhas de cães mortos e assados eram fatiados em balcões enquanto pessoas comem e sorriem alegremente.

Divulgação

Um dos ativistas se disfarçou de cliente e fez perguntas a comerciantes de carne de cachorro do mercado de Dongkou. A maior parte dos vendedores não estava comercializando cães vivos. Muitos mataram os animais em casa e levaram apenas os cadáveres para serem assados. Polícias acompanharam o festival, mas em nenhum momento tentou impedir o consumo ou aglomerações.

Du Yufeng é uma velha conhecida dos comerciantes e proprietários de fazendas de cães. Para facilitar a investigação, a ativista levou apenas rostos não conhecidos, mas muitos comerciantes notaram que os ativistas tiravam fotos, registravam vídeos e faziam perguntas e começaram a intimidá-los. Não havia normas de higienização ou sinalização para o uso de máscaras.

Divulgação

Du e os outros ativistas visitaram a Administração Pública de Queixas e Propostas da província de Guangxi e entregaram uma petição para exigir que as autoridades proíbam definitivamente a realização do festival. ““A epidemia é muito grave e as pessoas aqui ainda estão se reunindo para comer carne de cachorro. Por que eles ainda estão fazendo isso?”, questiona a ativista.

____________________________________________

ANDA–Agência de Notícias de Direitos Animais: informar para transformar. A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo que combate a violência social e a destruição do meio ambiente a partir da defesa dos direitos dos animais. Contato: faleconosco@anda.jor.br

Go to Original – anda.jor.br


Tags: , , ,

 

Share this article:


DISCLAIMER: The statements, views and opinions expressed in pieces republished here are solely those of the authors and do not necessarily represent those of TMS. In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


There are no comments so far.

Join the discussion!

We welcome debate and dissent, but personal — ad hominem — attacks (on authors, other users or any individual), abuse and defamatory language will not be tolerated. Nor will we tolerate attempts to deliberately disrupt discussions. We aim to maintain an inviting space to focus on intelligent interactions and debates.

*

code

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.