(Português) Joaquin Phoenix e cineasta russo lançam filme sobre sensibilidade dos animais que comemos

ORIGINAL LANGUAGES, 14 Dec 2020

David Arioch | Vegazeta – TRANSCEND Media Service

“Gunda é uma perspectiva hipnotizante da senciência dentro das espécies animais, normalmente – e talvez propositalmente – oculta de nossa visão”.

12 dez 2020 – Lançado ontem (11) na plataforma de streaming Film Forum, “Gunda” é um filme de 93 minutos pautado na sensibilidade, consciência e nas relações dos animais que reduzimos a alimentos e outros produtos.

Dirigido pelo cineasta russo Viktor Kossakovsky e com produção executiva de Joaquin Phoenix, “Gunda”, que não conta com narração, tem uma construção poética, mas ao mesmo tempo realista – é um convite à empatia extensiva.

A obra gira em torno da porca Gunda, duas vacas e uma galinha, que mantêm relações que levam o espectador a refletir sobre a complexidade dos animais e a importância em incluí-los em nosso círculo moral.

As imagens são comoventes, de grande beleza e evidenciam como os animais são subestimados pela humanidade, como se tivessem pouca ou nenhuma sensibilidade e consciência.

Joaquin Phoenix

Joaquin Phoenix e Paul Thomas Anderson

“Gunda é uma perspectiva hipnotizante da senciência dentro das espécies animais, normalmente – e talvez propositalmente – oculta de nossa visão”, avalia Joaquin Phoenix, acrescentando que o filme mostra como os animais reagem e lidam de forma semelhante com os acontecimentos.

“Victor Kossakovsky elaborou uma meditação visceral sobre a existência que transcende as barreiras normais que separam as espécies. É um filme de profunda importância e talento artístico.”

“Gunda” também se destaca pela não interferência do cineasta na vida e cotidiano dos personagens. “Imagens e som reunidos para contar uma história poderosa e profunda sem pressa. São imagens e sons de cair o queixo”, avalia o cineasta Paul Thomas Anderson, diretor de filmes como “Sangue Negro”, Magnólia” e “O Mestre”.

_____________________________________________

 

David Arioch é jornalista profissional, historiador e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário.

 

Go to Original – vegazeta.com.br


Tags: , , , , , , , , , , ,

 

Share this article:


DISCLAIMER: The statements, views and opinions expressed in pieces republished here are solely those of the authors and do not necessarily represent those of TMS. In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


Comments are closed.