(Português) Conheça o Santuário Que Oferece Uma Segunda Chance para Gatos Cegos

IN ORIGINAL LANGUAGES, 21 August 2017

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais – TRANSCEND Media Service

Apesar de as pessoas amarem cães e gatos, o abandono dos animais ainda é um grande problema. Somente nos Estados Unidos, há cerca de 70 milhões de animais desabrigados. Desses 70 milhões, apenas cerca de seis a oito milhões de gatos e cães entram nos 3.500 abrigos do país todos os anos, de acordo com a Humane Society of the United States.

20 ago 2017 – Infelizmente, os gatos cegos não são considerados adotáveis por muitos abrigos comuns e, portanto, frequentemente têm a morte induzida. Porém, o Blind Cat Rescue, um santuário para gatos localizado em St. Paul, na Carolina do Norte, oferece um lar incrível para os belos felinos e lhes dá todo o amor e cuidado que eles poderiam desejar.

Muitos deles são adotados e provam que conseguem encontrar o lugar perfeito. Além de gatos cegos, o local também aceita aqueles com FELV e FIV, pois esses animais sofrem o mesmo destino.

Como mostra o Blind Cat Rescue, a resiliência dos animais nunca deve ser subestimada. Com um pouco de compaixão e cuidado, parece que não há nada que nossos amigos de quatro patas não possam enfrentar. Com mais de um milhão de seguidores no Facebook, é claro que existem muitas pessoas bondosas que não alimentam os estereótipos sobre gatos cegos. Veja alguns dos felinos que moram no santuário.

Foto: Blind Cat Rescue

Mickey foi despejado da Scotland County Humane Society durante a noite. Ele estava muito doente e com uma grave infecção respiratória. Como sabia que suas chances de adoção eram muito pequenas, a Humane Society do Condado de Scotland procurou o Blind Cat Rescue.

O doce e amoroso gatinho imediatamente recebeu antibióticos,  foi limpo e suas infecções nos olhos e ouvidos foram tratadas.

Foto: Blind Cat Rescue

Samantha foi encontrada abandonada em Novembro de 2016. Como ela tinha FIV e leucemia (FELV +), ela teria a morte induzida. No entanto, felizmente, o Blind Cat Rescue foi chamado e informa que ela está melhor apesar de ainda estar amedrontada.

Foto: Blind Cat Rescue

Já Annie é uma gata cega e idosa. Ela foi acolhida pelo santuário depois que seu tutor faleceu. Ela adora sentar no colo das pessoas e nunca recusa alimentos molhados, revela o One Green Planet.

Foto: Blind Cat Rescue

Simba é FIV + e foi encaminhado ao abrigo de animais local antes de ir para o santuário. Ele é muito amigável e gosta de ficar no colo das pessoas, de acordo com o resgate.

Foto: Blind Cat Rescue

Em Julho de 2015, uma boa samaritana resgatou WiFi depois que ele foi atropelado por um carro. Ela o levou imediatamente a um veterinário de emergência, salvando sua vida.

A mulher não conseguiu adotá-lo, mas dirigiu 11 horas para levá-lo ao santuário para que o gatinho tivesse um lar. Ele ficou cego devido aos ferimentos, mas está indo bem.

Foto: Blind Cat Rescue

Já Yoshi era um gato abandonado e quando o idoso que cuidava dele foi internado em um hospício, um dos cuidadores do local dirigiu três horas para levá-lo para o Blind Cat Rescue.

O trabalho do santuário é inspirador. Uma maneira fácil de ajudar os animais é oferecendo um lar temporário enquanto eles aguardam a adoção.  Isso pode ajudar a aumentar suas chances de encontrar novas famílias.

____________________________________________

A imprensa não apenas informa. Ela forma conceitos. Modifica ideias. Influencia decisões. Define valores. Participa das grandes mudanças sociais e políticas trazendo o mundo para o indivíduo pensar, agir e ser. É justamente este o objetivo da ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais: informar para transformar. A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo voltado exclusivamente a fatos e informações do universo animal. Com profissionalismo, seriedade e coragem, a ANDA abre um importante canal com jornalistas de todas as mídias e coloca em pauta assuntos que até hoje não tiveram o merecido espaço ou foram mal debatidos na imprensa.

Go to Original – anda.jor.br

 

Share or download this article:


DISCLAIMER: In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


There are no comments so far.

Join the discussion!

We welcome debate and dissent, but personal — ad hominem — attacks (on authors, other users or any individual), abuse and defamatory language will not be tolerated. Nor will we tolerate attempts to deliberately disrupt discussions. We aim to maintain an inviting space to focus on intelligent interactions and debates.

 (please enter the four letters and numbers you see above, no spaces)