(Português) Alimentação vegana salva a vida de jovem obesa, cardíaca e hipertensa

IN ORIGINAL LANGUAGES, 11 Mar 2019

Eliane Arakaki - ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais

Brittany lutava contra o colesterol alto, obesidade, pressão alta, inicio de diabetes e baixa frequência cardíaca, aos 25 anos de idade. Após assistir a um documentário vegano ela transformou a sua vida.

Brittany antes e depois de virar vegana. 
| Foto: Forks Over Knives/Reprodução

9 mar 2019 – Enquanto crescia, Brittany Jaroudi sempre teve medo de que seus pais morressem. Ela conta que viu sua mãe enfrentar um câncer três vezes diferentes. Seu pai teve um ataque cardíaco tão violento que o levou à cirurgia de bypass (aparelho cardíaco) triplo e, posteriormente, colocação stents e um desfibrilador.

Seu pai tem diabetes e insuficiência cardíaca congestiva. Naquele tempo ela acompanhava o pai nas consultas para receber injeções nos olhos (diabetes) e sua mãe na quimioterapia. Brittany confessa que foi uma época difícil ver sua família tão doente.

Criada na dieta típica americana

Durante sua infância, adolescência e início da idade adulta, ela seguiu o mesmo estilo de vida de seus pais, comendo de acordo com a dieta padrão americana. “Comíamos comida e muita carne, laticínios e óleo”, conta ela.

Sua luta contra o peso começou quando ela tinha apenas 8 anos e, já aos 20, seus hábitos alimentares realmente pesaram na balança, literalmente. Ela pesava 85 kg e tinha um metro e meio de altura, seu IMC (índice de massa corpórea) estava claramente na faixa de obesidade.

Foi quando o médico a diagnosticou com pressão alta e receitou dois medicamentos diferentes para pressão arterial. Ela já tinha colesterol alto. Sua ansiedade explodiu, e sua freqüência cardíaca estava péssima. Seu nível de PCR-as (proteína C-reativa de alta sensibilidade, um marcador de inflamação e risco de doença cardiovascular) estava extremamente alto e ela reclamava de dores no peito o tempo todo. “Eu pensei, esta não pode ser minha vida aos 25 anos de idade”, conta ela.

Do fundo do poço aos recordes nas alturas

Ela começou então a pesquisar maneiras de sair da crise de saúde em que se encontrava. Foi quando deu de cara com o documentário Forks Over Knives (Garfos sobre Facas, na tradução livre) e tudo fez sentido. Brittany viu o que seu futuro seria se ela permanecesse no caminho atual: doença cardíaca, doença auto-imune, diabetes e talvez até câncer. Depois de assistir ao documentário, ela imediatamente mudou sua alimentação para uma dieta vegana.

“Eu me livrei de todos os laticínios, carne e alimentos processados que tínhamos em casa. Fui comprar alimentos veganos puros: grãos, frutas, vegetais e legumes”, conta ela.

Desde aquele dia, há três anos, ela perdeu 27 quilos. Não tem mais colesterol alto nem pressão alta, sua frequência cardíaca em repouso é de 60 bpms; e seu hs-CRP (proteína reativa) retornou à faixa normal!

“Eu não consigo dizer o suficiente sobre o quão incrível eu me sinto e como sou grata por ter encontrado este estilo de vida ainda jovem”, declara ela.

Segundo Brittany, o documentário Forks Over Knives tem todo o crédito pela sua mudança. Seu novo estilo de vida a transformou em todos os sentidos. Atualmente, ela ajuda a administrar um grupo de Meetup (encontros semanais) para toda sua comunidade, sobre veganismo.

“A paixão da minha vida agora é educar os outros sobre como se alimentar, como ter uma dieta saudável e salvar o máximo de pessoas possível de doenças causadas por seu estilo de vida”, declara ela.

Nunca é tarde – ou cedo demais – para se tornar saudável adotando uma alimentação vegana. Além de ajudar o planeta, os animais, e a natureza, o maior beneficiado é o proproo individuo que ganhará em bem estar e longevidade.

____________________________________________

A imprensa não apenas informa. Ela forma conceitos. Modifica ideias. Influencia decisões. Define valores. Participa das grandes mudanças sociais e políticas trazendo o mundo para o indivíduo pensar, agir e ser. É justamente este o objetivo da ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais: informar para transformar. A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo voltado exclusivamente a fatos e informações do universo animal. Com profissionalismo, seriedade e coragem, a ANDA abre um importante canal com jornalistas de todas as mídias e coloca em pauta assuntos que até hoje não tiveram o merecido espaço ou foram mal debatidos na imprensa.

Go to Original – anda.jor.br

 

Share this article:


DISCLAIMER: In accordance with title 17 U.S.C. section 107, this material is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. TMS has no affiliation whatsoever with the originator of this article nor is TMS endorsed or sponsored by the originator. “GO TO ORIGINAL” links are provided as a convenience to our readers and allow for verification of authenticity. However, as originating pages are often updated by their originating host sites, the versions posted may not match the versions our readers view when clicking the “GO TO ORIGINAL” links. This site contains copyrighted material the use of which has not always been specifically authorized by the copyright owner. We are making such material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a ‘fair use’ of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purposes. For more information go to: http://www.law.cornell.edu/uscode/17/107.shtml. If you wish to use copyrighted material from this site for purposes of your own that go beyond ‘fair use’, you must obtain permission from the copyright owner.


There are no comments so far.

Join the discussion!

We welcome debate and dissent, but personal — ad hominem — attacks (on authors, other users or any individual), abuse and defamatory language will not be tolerated. Nor will we tolerate attempts to deliberately disrupt discussions. We aim to maintain an inviting space to focus on intelligent interactions and debates.

*

code

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.